Novo sistema de compartilhamento de bicicletas!

Na quinta passada compartilhamos a novidade que encontramos pelas ruas da cidade: uma bike do sistema de compartilhamento sem estações!

 

Nos últimos dias pesquisamos, entramos em contato com a Yellow, baixamos o aplicativo e encontramos outras bicicletas deles pela cidade. No aplicativo, a previsão é que a Yellow comece a operar dia 01/08. Abaixo, temos algumas fotos que a equipe do Bike Zona Sul tirou durante a semana.

A Yellow é primeira empresa brasileira de aluguel de bicicletas compartilhadas sem estação, pois as bikes possuem GPS. Elas vão ficar disponíveis em qualquer lugar, pois possuem uma trava na roda traseira.

3
A trava preta por cima do paralamas. (Foto: Thomas Wang/Bike Zona Sul)

Por enquanto, as bikes amarelas espalhadas por São Paulo parecem ser parte da campanha de comunicação da empresa… Ao compartilhar a foto da bicicleta, talvez o ciclista ganhe um plano para testar o sistema, conforme post deles no Instagram:

1
Yellow no Instagram.

Estamos ansiosos para ver como vai funcionar! Esperamos que tenha preços acessíveis e possa ser utilizado em toda cidade, sem distinção de bairros e sem burocracia!

Enquanto isso nos perguntamos: e as outras empresas? Quando as novas vão começar a operar? As atuais pretendem ampliar os sistemas? Será que também irão operar nas periferias?

Como é  possível ver abaixo, o Bike Sampa (patrocinado pelo Itaú e operado pela Tembici) ainda se concentra em um trecho da Zona Oeste. Atualmente só existem estações entre a Praça Panamericana, Avenida Brasil e Avenida dos Bandeirantes. Antes o sistema atendia uma área maior da cidade, passando pela Vila Clementino, Brooklin, Tatuapé, Mooca, Centro, Vila Leopoldina, Lapa e Pinheiros. Quando será que vai abranger todas esses bairros novamente?

6
Mapa das estações atuais do BikeSampa (Tembici)

Além disso, o que o poder público está fazendo a respeito? A regulamentação adotada é fraca e quase não possui incentivos para as empresas que desejam atuar no ramo. É necessário que a Secretaria de Mobilidade e Transportes credencie mais empresas e, ao mesmo tempo, implante mais ciclovias. Também é necessário que as Prefeituras Regionais autorizem a instalação de estações de compartilhamento de bicicletas.

Apesar da parte regulatória ter sido definida pela SMT, as Prefeituras Regionais estão cooperando? Pois é de interesse dos cidadãos que esses sistemas sejam ampliados e atendam às necessidades das pessoas. Por exemplo, para instalar as estações são necessárias autorizações das Prefeituras Regionais, elas estão sendo emitidas? Onde os cidadãos podem acompanhar esse tipo de processo? Existem prazos?

Ficam os questionamentos do Bike Zona Sul à Prefeitura de São Paulo e suas Prefeituras Regionais. Infelizmente essa gestão não tem dialogado com entidades civis, coletivos e associações. Esperamos que o panorama melhore e os gestores públicos voltem a ouvir a população que os elegeu.

(Equipe Bike Zona Sul: Alex Gomes / Carla Moraes / Paulo Alves / Ianca Loureiro / Thomas Wang)

#BikeZonaSul  #VaiTerCiclovia #CicloviasSalvamVidas
#CidadesParaPessoas #SãoPauloPrasPessoas


Siga o Bike Zona Sul nas redes sociais para ficar por dentro das ações e eventos do coletivo:
YouTube: www.youtube.com/bikezonasul
Instagram: www.instagram.com/bikezonasul
Twitter: www.twitter.com/bikezonasul
Strava: www.strava.com/athletes/bikezonasul

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s