Agostinho

Conheça a história do Agostinho!

Ele conta pra nós um pouco do seu dia a dia com a bike e como ela o ajudou a enxergar a vida de outra forma.

Bom exemplo!

Agostinho Bike Zona Sul
Agostinho

“O meu nome é Agostinho. Sou carioca, tenho 51 anos, moro na Aclimação e trabalho com informática. Ando de bicicleta há muitos anos. Quando eu morava no Rio, costumava ir de bicicleta para o trabalho. Ia até o metrô e depois dobrava a bicicleta e a levava para o serviço. Na verdade, fui meio que pioneiro no uso de bicicletas dobráveis, há cerca de 15 anos atrás.

No entanto, quando me mudei para São Paulo, tive dificuldade de manter esse hábito, em função do relevo. Assim, reduzi o meu uso de bicicleta drasticamente. Isso mudou no ano passado, quando adquiri uma bicicleta com assistência elétrica. Com esse tipo de bicicleta, voltei a poder ir para o trabalho, sem chegar suado. Assim, vendi a minha moto e a bike passou a ser o meu meio de transporte preferencial. Inclusive nos fins-de-semana, para fazer compras, tarefas no bairro e lazer.

Essa redescoberta da bicicleta teve benefícios significativos para mim. Todos os meus exames médicos melhoraram, tenho mais disposição para fazer as coisas e o tempo que levo para chegar no trabalho passou a ser curto e previsível. Acredito piamente que bicicleta, mais do que um meio de transporte, exercício ou lazer, é uma filosofia de vida. Uma filosofia minimalista que envolve liberdade de locomoção, com saúde, sem impacto ambiental.

Por fim, gostaria de parabenizar vocês do Bike Zona Sul por promoverem esse meio de transporte e estilo de vida moderno, saudável e sustentável para uma cidade como São Paulo.”