Alexandre Liodoro

Tenho 37 anos e moro no bairro do Jabaquara.

Sou paulistano e minha relação com a bicicleta na cidade começou cedo. Sempre a utilizei como lazer e transporte quando criança. Fiquei muito tempo sem pedalar, e só voltei quando fiz faculdade em Guaratinguetá no interior do estado. Lá a gente pedalava tranquilamente e não usava nem capacete!

Quando me formei e voltei para São Paulo, não tive mais coragem de pedalar nesse transito maluco e fiquei alguns anos sem andar em duas rodas. Até que em 2010, pouco depois das ciclofaixas de lazer serem implantadas comecei a frequentá-las. Trouxe minha “companheira” dos tempos da faculdade e com algumas peças novas voltei a sentir o prazer e a liberdade do pedal. Posso dizer que sou uma “cria” da ciclofaixa.

Alexandre Liodoro
Alexandre Liodoro

Hoje em dia a bicicleta é o meu principal meio de transporte. Moro a aproximadamente 9 km do trabalho e cubro essa distancia em 30 minutos. Apesar de ter metro bem próximo de casa, não troco a pedalada matinal por nada. A minha qualidade de vida melhorou drasticamente quando tomei a decisão de usar a bicicleta como transporte.

Pra mim as ciclovias foram a melhor coisa que aconteceu recentemente na cidade. Elas estão trazendo as crianças, idosos e até cadeirantes para as ruas. As pessoas estão vivendo a cidade e não apenas passando por ela. O meu bairro já não é mais o Jabaquara ou Cidade Dutra, onde passei a minha infância. O meu bairro agora vai até onde eu consigo pedalar.

Contato: alexandreliodoro@bikezonasul.org