Algumas razões para reduzir a velocidade máxima das vias

Algumas razões para reduzir a velocidade máxima das vias

0
Fonte: The City Fix.

1) Mais de 45 mil pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito no Brasil. (Fonte: ONU)

2) O Brasil está em 4º lugar no mundo entre os países com mais mortes no trânsito (Fonte: Justiça Federal)

3) Nosso país gasta cerca de R$ 40 bilhões por ano com acidentes de trânsito. (Fonte: G1/Bom Dia Brasil)

4) redução de 5% na velocidade máxima das vias reduz em 30% a chance de morte em caso de atropelamentos! (Fonte: The City Fix)

5) Risco de acidentes de trânsito a 40 km/h é a metade do que a 50 km/h. (Fonte: UOL)

6) Quanto mais carros, mais antissociais ficamos. (Fonte: The City Fix)

7) Menor velocidade máxima aumenta a fluidez no trânsito e reduz congestionamentos. (Fonte: WSDOT – Departamento de Transportes de Washington, EUA)

8) Diversas cidades no Mundo tem reduzido a velocidade máximas das suas vias, como Londres e Paris. (Fonte: Jornal Hoje)

9) Nova York reduziu a velocidade de suas vias para 40 km/h para zerar as mortes no transito. (Fonte: Jornal Nacional e Vá de Bike)

10) Em São Paulo a redução da velocidade máxima nas vias as mortes já diminuíru mais de 20%. (Fonte: Cidadeapé – Associação pela Mobilidade a Pé em SP)

 

#BikeZonaSul #CicloviasSalvamVidas #VaiTerCiclovia #PrioridadeParaOsPedestres #CidadesParaPessoas #SãoPauloPraPessoas #CitiesForPeople

Anúncios

A importância de uma ciclovia na extrema zona sul

ciclovia na teotônio

São Paulo passou, e ainda está passando, por uma grande transformação com a implantação de ciclovias na cidade. Uma grande vitória não só para os ciclistas, mas para toda a cidade que necessita de uma atenção especial quando o assunto é transporte. Na extrema zona sul, onde o uso de bicicleta como transporte cresceu, não existe essa atenção especial por parte da prefeitura. Por isso, em avenidas como Teotônio Vilela, Interlagos e M’boi Mirim os deslocamentos com bicicletas são difíceis e inseguros.

A Avenida Senador Teotônio Vilela, percorre regiões da cidade que é, praticamente, impossível se locomover de bicicleta. Em Parelheiros, por exemplo, os ciclistas fazem entre 500 a 1 mil viagens por dia. Já no Grajaú, e em outros bairros, os números de viagens por dia ultrapassam 2 mil (fonte: Pesquisa de Origem e Destino do Metrô – 2007).

avenida

A implantação de uma ciclovia na via beneficiará diversos bairros como Interlagos, Cidade Dutra, Rio Bonito, Parque das Árvores, Jordanópolis, Vila São José, Grajaú, Varginha, Balneário São José, Vargem Grande, Parelheiros, etc., tornando acessível a todos da região um meio de transporte saudável, econômico e sustentável. Além disso, ela possibilitará que muitos paulistanos e visitantes conheçam o Polo de Ecoturístico de São Paulo, localizado na região de Parelheiros e Marsilac.

Sendo assim solicitamos, por meio de um abaixo-assinado, a criação de uma ciclovia na Teotônio Vilela, ligando Parelheiros à Cidade Dutra. A importância de uma ciclovia em avenidas movimentadas como as do extremo sul de São Paulo, vai além da mobilidade urbana. A implantação é uma importante causa para a vida, para a saúde e segurança dos ciclistas, dos pedestres, dos motoristas e moradores dessas regiões. Por isso, assine também o abaixo-assinado online, é fácil e rápido. Saiba que ajudando na coleta de dados, você trará ótimas consequências para nossa cidade, e para a vida de quem você nem ao menos conhece. Faça o bem, sem olhar a quem.

Assine e compartilhe: https://goo.gl/31pv3t

Equipe Bike Zona Sul