Vale dos Templos

Bike Zona Sul - Vale dos Templos
Parte dos ciclistas participantes do Pedal Especial do Mês – Vale dos Templos 2016

Esse é um dos melhores roteiros cicloturísticos contemplativos, que passa pelo extremo sul da capital e segue em direção à Itapecerica da Serra até o local, onde estão localizados os belíssimos Templos Enkoji e Kinkaku-Ji do Brasil. Um lugar de pura natureza, repleto de paz e tranquilidade.

Situados dentro do Parque Turístico Nacional Vale dos Templos, o Enkoji e Kinkaku-ji se beneficiam da Mata Atlântica que os envolvem com seu clima, suas plantas, suas águas, suas pedras, e seu terreno acidentado. Engastado na mata, os templos são rodeados por um entorno em estilo japonês, onde existe um jardim com um lago de carpas coloridas e uma ponte atravessando as águas, além de cerejeiras ornamentais que afloram no inverno e encantam mais ainda o lugar.

Bike Zona Sul Rodoanel Vale dos Templos
Trajeto passa pelo Rodoanel. Na foto, ciclistas fazendo uma parada durante o Pedal Especial do Mês – Vale dos Templos 2016

O trajeto total possui cerca de 62km (ida e volta Grajaú) ou possui DIFICULDADE MÉDIA, porém  com aclives bem fortes na chegada e na saída, onde recomenda-se empurrar a bicicleta para economizar energia para o retorno que é feito no pedal. A maior parte do percurso passa por terrenos com asfalto e tráfego intenso, onde é possível transitar com qualquer tipo de bicicleta, porém é bastante recomendável utilizar pneus híbridos (liso no centro e cravado apenas nas laterais, para uso em asfalto e terra), pois no trecho final há uma estrada de terra com cerca de 3km de extensão que liga ao local dos templos.

Lembrando que na volta também há subidas fortes para sair do vale e, se caso você precise retornar em direção à Santo Amaro, recomenda-se seguir para o centro de Itapecerica da Serra e depois pegar a Estrada de Itapecerica, pois esse trajeto terá descidas e muito menos subidas para o retorno.

O percurso é possível ser feito por qualquer pessoa, desde que ela já tenha o hábito de pedalar ao menos uma vez por semana em um trajeto de 50km com subidas sem se cansar.

Os ciclistas que fizerem esse trajeto, encontrarão uma subida forte no trecho final do trajeto. Foto: ciclistas na Rodovia Prefeito Bento Roger Domingues.
Os ciclistas que fazem esse trajeto, encontram subidas fortes para entrar e sair do Vale dos Templos. Foto: ciclistas na Rodovia Prefeito Bento Roger Domingues.

 

– Templo Enkoji:

É um templo da tradição budista japonesa Zen, voltado à orientação de ensinamentos e práticas budistas. Seu fundador e abade é o Rev. Tensho Ohata, nascido em 1918 no Japão.

Seguindo a orientação de seu fundador, o espaço do Templo também recebe e dialoga de forma aberta e ativa com todas as escolas budistas, em um crescente movimento em prol dos ensinamentos e práticas iniciadas pelo Buda e transmitidas por 2.600 anos até nossos dias.

Bike Zona Sul - Templo Enkoji
Templo Enkoji

Realizam-se em Enkoji várias cerimônias e celebrações budistas, bem como a meditação budista denominada Zazen orientada por monges, cursos e períodos de retiro, guarda de Ihai familiares, além de outras atividades ligadas ao Budismo.

Fonte: www.temploenkoji.org.br

 

– Templo Kinkaku-Ji:

O Kinkaku-ji do Brasil é uma réplica do templo Kinkaku-ji japonês de mesmo nome construído no século XIV e assim como seu modelo, o Kinkaku-ji é entornado por um lago povoado por carpas coloridas (nishikigois). Fica no município de Itapecerica da Serra a trinta e três quilômetros da capital de São Paulo.

O Kinkaku-ji do Brasil nasceu de um empreendimento privado, foi inaugurado em 1976, sua administração está a cargo do Centro Ecumênico Vale dos Templos. O Kinkaku-ji do Brasil foi construído em concreto armado e revestido com cedro, que recebeu uma pintura dourada especial em vez de ser folhado a ouro como o Kinkaku-ji do Japão. Em seu interior há várias salas para celebração de cerimônias ecumênicas e um cinerário com vários columbários somando mais de cinco mil nichos permanentes. Tanto o seu entorno como o interior do templo é integralmente aberto à visitação pública e ao turismo.

Fonte: Wikipedia.
Bike Zona Sul Templo Kinkaku-ji
Templo Kinkaku-ji do Brasil

RESUMO

– Tema do pedal: cultural / religioso / ambiental.

– Nível de dificuldade: intermediário (para quem já pedala ao menos 50km com subidas sem se cansar).

– Distância: 62km (ida e volta Grajaú) / 47km (ida Grajaú e volta Capão Redondo).

– Ritmo recomendado: médio (15 a 25km/h).

– Tipo de terreno: 95% em asfalto, com um trecho de 3km em estrada de terra.

– Tipo de bicicleta indicado: MTB, touring, passeio. Speeds terão maior dificuldade no trecho de terra, mas é possível, exceto em dias chuvosos.

– Confira mais fotos do trajeto:

Vale dos Templos 2015 https://www.facebook.com/media/set/?set=a.923038581051016.1073741887.166744686680413&type=3

Pedal exploratório Vale dos Templos https://www.facebook.com/166744686680413/photos/?tab=album&album_id=1101429746545231

Vale dos Templos 2016 https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1114256958595843.1073741922.166744686680413&type=3

– Mapa do trajeto no Google Maps:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s